To Be Geek, um mundo para geeks
Facebook To Be Geek Twitter To Be Geek Google Plus To Be Geek Feed To Be Geek

Como instalar o WordPress.org

Postado por Frede Mandu em 23/maio/2014 - Sem Comentários

Com o avanço da internet, vem a facilidade com que os usuários tem acesso e a possibilidade de criação de sites e blogs. Hoje qualquer um pode ter um web site, blog ou e-comercie na internet, desde blogs gratuitos(blogger por exemplo) até mesmo com hospedagens pagas (algumas bem acessíveis, por bem menos de 20 R$ ao mês). Mas a hospedagem só não basta, deve possuir um sistema(CMS) para gerir os blog, caso contrario seria apenas uma pagina em branco. Atualmente existem diverso CMS  bons, dentre eles o WordPress, Drupal, Joomla, etc, e é eles que irão gerenciar o seu blog, cada qual com suas característica, mas descreve-los por completo não é o nosso objetivo, o nosso objetivo é “como instalar o WordPress”, bem como configura-lo.

Logo wordpress - criar blog no wordpress

Algumas hospedagens possuem recursos de auto instalação de diversos CMS, muitas vezes até mesmo para o WordPress, facilitando a instalação. Mas esse tutorial será focado em uma instalação limpa, sem interferência de um sistema de auto instalação de qualquer hospedagem.

 

Instalando WordPress ?

Para esse tutorial foi usado o Xampp para criar o servidor Apache e o SGBD MySQL, mas caso esteja usando um hospedagem de verdade o procedimento diverge um pouco de hospedagem para hospedagem assim como para o xampp, mas na teoria o procedimento é muito parecido.

 

Supondo que já tenha o Xampp instalado, e que já esteja rodando o MySQL e o Apache ou que tenha uma hospedagem, então passemos para os passos seguintes. Baixe o WordPress.org e abra o arquivo.

criar blog no wordpress

 

Após abrir o arquivo, entre dentro da pasta WordPress e copie todos os arquivos (como na imagem abaixo)

inst-wordpress2

Após ter copiado, vá na pasta C:/xampp/htdocs(ou na sua pasta da sua hospedagem por ftp). No caso do xampp vem com alguns arquivos, apague os arquivos menos as pastas.

inst-wordress3

Depois de apagado, caso queira crie uma pasta com o nome “blog” ou “site” (o domínio ficara assim: meudominio.com.br/blog) e cole os arquivos do WordPress anteriormente copiados dentro dela ou cole direto sem criar a pasta, para que possa ser acessado diretamente pelo domínio (meudominio.com.br); ficando por sua escolha.
No caso dessa postagem foi criado uma pasta chamada “blog” e copiado os arquivos do WordPress dentro dela, igual abaixo.

inst-wordress4inst-wordpress5

 

Abra o Xampp e de Start no Apache e no MySQL, logo após clique em Admin da linha do MySQL ou simplesmente copie  localhost/phpmyadmin/ e cole no navegador. Já no caso de um hospedagem, provavelmente haverá um menu em que poderá acessar a pagina phpmyadmin.instalando o wordpress (xampp)

 

Logo após irá abrir uma page igual a de baixo, clique em “new” (ou vá na aba Base de Dados).

inst-wordpress7

Depois escreva o nome da base de dados que nesse caso será “blog”, e logo após clique em criar.

instalação do wordpress passo 8

Criado a base de dados agora vamos começar a instalação do WordPress.

Abra o navegador e digite 127.0.0.1/blog (ou domínio que esta associado a sua hospedagem, exe: meudominio.com/blog ou meudominio.com) ou digite apenas 127.0.0.1/ caso tenha colado os arquivos do WordPress na raiz sem criar a pasta “blog”.

Logo depois irá aparecer uma tela igual a de baixo, clique em “Criar um Arquivo de Configuração“.

instalação do wordpress passo9

 

Como descrito na próxima pagina, tenha em mãos as informações como:

  • Nome do banco de dados( o B.D. criado anteriormente, nesse caso será “blog”)
  • Nome de Usuário do Banco de Dados( pode ser obtido com sua hospedagem, no caso do Xampp o padrão é “root”)
  • Senha do Banco de Dados (também pode ser obtido com sua hospedagem, no caso do xampp não possui senha)
  • Prefixo da tabela

Depois clique em “Vamos lá!

instalação do wordpress passo 10

 

Preencha os dados:

  • Nome do Banco de Dados = blog ( ou o nome da base de dados que você criou)
  • Nome do Usuário = root ( as vezes o nome de usuário do Banco de Dados é outro, verifique com a hospedagem)
  • Senha = Nesse caso não possui senha, em outros casos pode haver, verifique com a hospedagem.
  • Servidor = localhost (na maioria dos casos até mesmo nas hospedagens o servidor ainda é localhost, no xampp também)
  • Prefixo da Tabela = wp_ (mantenha esse prefixo, caso essa seja a primeira instalação do WordPress nessa base de dados)

Após preenchido como abaixo clique em “Enviar“.

instalação do wordpress 11

 

Agora clique em “Instalar“.

instalação do wordpress 12

 

Após isso preencha os próximos campos,  com o nome que será o seu blog, e-mail, o nome de usuário e a senha que usará para acessar o painel de controle do WordPress. A senha bem com o nome de usuário é você quem deverá criar, então crie um nome e senha levando em consideração a segurança, mas que tenha certeza que lembrará depois.
Logo após preencher clique em “Instalar o WordPress

 

instalação do wordpress passo 13instalação do wordpress passo 14

 

A pagina será redirecionada para a pagina de conclusão. Clique em login e será redirecionado novamente, só que desta vez para a pagina de Login

tela de sucesso WordPress

 

Na pagina de Login, digite o nome de usuário (criado anteriormente, nesse caso será adm), senha (também criada anteriormente) e clique em “Login“.

entre com o login e senha

 

Pronto! acabou de instalar o WordPress.org  e já esta funcionando, agora só basta explorar seus menus e funções disponíveis.

Wordpress

Os 3 melhores plugins de cache para WordPress

Postado por Frede Mandu em 05/fev/2013 - 4 Comentários

Todo blogueiro deveria saber a importância que o cache para blogs e sites tem, pois, caso você use o WordPress ou outra plataforma escrita em php e que faça vários acessos ao banco de dados para montar o site, pode ocorrer que o carregamento fique mais lento devido ao processamento requerido para acessar e montar o site toda vez que determinada página é acessada. Um blog com um carregamento lento pode afastar até os leitores mais fiéis, quem dirá aqueles que estão descobrindo seu blog agora, por isso, ressalto, o uso do cache pode chegar a ser indispensável, caso queira aumentar a performance de seu blog.

Mas O Que é Cache e Como Funciona?

Em vez do blog acessar o banco de dados toda vez que for montar uma pagina, os plugins de cache tem como função criar páginas estáticas em HTML (cache)puro de forma que não necessite esses acessos, fazendo com que se gaste muito menos recursos do servidor e assim turbinando o desempenho de seu blog.

airplane

W3 Total Cache

E para começar com chave de ouro, nada melhor que esse excelente plugin, W3 total cache é um dos melhores plugins de cache para WordPress, sendo muito popular e altamente recomendado pelos blogueiros (e é o plugin escolhido por nós, 2be-geek.com).

O W3 total cache possui diversas funcionalidades e que o fazem ser realmente surpreendente, ele cria um cache das páginas acessadas e também os salva nos navegadores, compacta a maioria do javascprits, css e html com o minify (reduzindo o tamanho da página), dentre muitas outras funcionalidades (a lista realmente é extensa)

Características:

  • Uma melhora de até 10x no carregamento do site (segundo os desenvolvedores)
  • Até 80% de economia de banda com a compressão HTTP, HTML, CSS, JavaScript e feeds
  • Cria cache das páginas e até dos resultados de pesquisa
  • Dentre muitas outras funções

 

Wp Super Cache

Wp Super Cache é também um excelente plugin e já o usamos por um tempo aqui no blog, mas devido a uma pequena incompatibilidade com um ou outro plugin migramos para W3 Total Cache, apesar da mudança, o Wp Super Cache não deve em nada para qualquer outro plugin de cache e faz muito bem o seu papel.  Ele cria um cache da paginas acessadas de forma que reduza os acessos ao banco de dados, agilizando o carregamento final do blog, veja algumas das

Características:

  • Suporte a CDN
  • Compressão de paginas
  • Cache da paginas em php
  • dentre outras funções

 

Hyper Cache

É um plugin bem conhecido e recomendado por muitas hospedagens, apesar de não ter usado ele por muito tempo, me parece um plugin bom e confiável, atende bem as necessidade de muitos usuários.

Características:

  • gerencia (ambos) páginas simples e gzip
  • sistema de auto-limpeza para reduzir o uso do disco
  • 404 cache
  • redirecionamento de cache
  • fácil de configurar
  • Dentre outras funções

 

Qual O Melhor Plugin de Cache Para Meu Blog ?

Uma pergunta difícil de se responder ou talvez impossível, o que se pode afirmar é que cada plugin possui suas características e pode se comportar de formas diferentes, dependendo de cada hospedagem, plugins usados juntos, temas, etc… Por isso cabe ao usuário testar cada plugin e decidir qual deles se encaixa ao perfil de seu blog. Lembre-se nem todo plugin que funciona bem para um, vai funcionar da mesma forma para outro, o jeito é testar.